fbpx
LOGO RASTRIALL POLICROMATICO

Afinal, iMediSync e EEG são a mesma coisa?

Diferenças de mapeamento cerebral

Antes de mais nada, ambos, iMediSync e EEG (eletroencefalograma), são substanciais na identificação de problemas relacionados à saúde cerebral. Entretanto, as imagens obtidas com os dois métodos se diferem significativamente. 

Primeiramente, os resultados do EEG tradicional são visíveis através de gráficos ou traçados que mostram a variação da atividade elétrica cerebral em diferentes áreas do cérebro e em momentos diversos. 

Avaliação de doenças cerebrais feita com o auxílio da iMediSync

Já a inteligência artificial iMediSync oferece um mapeamento cerebral com diversas visualizações, incluindo em 2D e 3D. Ou seja, apesar de também captar as mudanças do órgão de um momento para outro, tal processo acontece de maneira mais detalhada. 

Visualização 3D do cérebro com iMediSync

Dessa maneira, ela consegue auxiliar os médicos na identificação e localização assertivas das áreas do cérebro associadas a determinadas funções ou disfunções.

Vantagens do EEG integrado na iMediSync

Além do benefício mencionado acima, a possibilidade de usar a funcionalidade de EEG na iMediSync leva a uma análise profunda da atividade elétrica cerebral. Aliás, diversas alterações tendem a passar despercebidas com o exame convencional. Logo, através do novo software é possível diagnosticar precocemente problemas que poderiam levar anos para identificação, como o Mal de Alzheimer, a Doença de Parkinson, a depressão, o autismo e o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH).

Ademais, isso viabiliza não apenas um acompanhamento personalizado, como também previne a progressão da condição.

Ao mesmo tempo, a iMediSync funciona através de um banco de dados normativo com especificações para cada sexo e faixa etária. Estudos já comprovaram a indispensabilidade de observar os cérebros dos pacientes conforme tais marcadores com o intuito de promover uma abordagem responsável e humanizada. 

Entretanto, a principal vantagem reside justamente no fato de iMediSync e EEG não serem métodos similares devido à abrangência daquela. Entenda a seguir!

iMediSync e EEG não são a mesma coisa

Apesar de medirem as ondas cerebrais, os dois métodos são bastante diferentes. Enquanto o EEG se limita a tal funcionalidade, a iMediSync vai além ao abranger vários outros usos e oferecer diversos relatórios do funcionamento cerebral.Só para ilustrar, ela ajuda os médicos na identificação da Variabilidade da Frequência Cardíaca (VFC), gerando leituras sobre a função nervosa autônoma, o índice de estresse, a depressão, a ansiedade, entre outros problemas.

Análise dos 5 níveis de estresse feito com a iMediSync

Não é por acaso que o diagnóstico de uma doença cerebral torna-se amplo e, consequentemente, seguro. Afinal, as análises dos pacientes ocorrem através de múltiplos fatores vinculados aos seus contextos.

Confira em nosso blog outro artigo que publicamos com mais detalhes sobre o mapeamento cerebral feito com a iMediSync e seja um dos primeiros do Brasil a adotar a solução em sua rotina de atendimentos.